Cinema – The academy Awards, a entrega do Oscar!

Seguindo a linha do interessante ultimo post da coluna 90 decibéis, vou falar da maior festa do cinema mundial, a entrega do Oscar!

No dia 27 de Fevereiro vai rolar a 83º edição da premiação da Academia, nos estúdios da Kodak lá em Los Angeles, mas sempre tive minhas dúvidas referentes aos processos que envolvem esta grande festa, portanto, vamos destrinchar detalhes.

Para bem entender o prêmio

Existem algumas características que uma produção cinematográfica deve atender para entrar nesta dança, e são elas:

• Mais de 40 minutos de duração;

• Estreia ocorrida em um cinema durante o ano em questão;

• Estreia em formato de filme de 35mm ou 70mm ou em formato digital de varredura progressiva de 24 quadros (Ta entendendo legal né? Se não clique aqui);

• Exibição em um cinema da cidade de Los Angeles, com ingressos pagos, por sete dias consecutivos, no ano em questão;

Depois disso, uma cúpula de mais de 6 mil profissionais como diretores, atores, escritores, produtores e técnicos que formam as cinco áreas da academia recebem cartas os convidando a fazer as indicações para participar da premiação.

A grande sacada é que este prêmio auxilia e muito o mercado cinematográfico nos processos pós e pré-telona. Onde uma indicação ao Oscar já rende muito merchandising  para DVD´s, Blu Ray´s e qualquer outro lançamento, também em diretores e atores que conseguem aparecer muito mais, e fechar mais contratos. Imaginem então a vantagem de ser premiado.

Neste ano temos grandes promessas e ótimos filmes como O cisne Negro, Bravura Indômita, Rede Social, O discurso do Rei, O vencedor, A Origem, Toy Story 3, Lixo Extraordinário, Biutiful e 127 horas entre os indicados além de muitos outros que podem surpreender nós Brasileiros quando forem exibidos por aqui.

Filmómetro ou não?

Como premiação e termómetro de boas e más produções, me pergunto por vezes como os métodos de votação podem limitar o reconhecimento que um filme pode receber. (Na verdade até sabemos o porquê desta exclusividade, mas este é um assunto para outro momento.) Talvez uma votação que conte com três grandes indicadores como: Voto popular, voto especializado e quantidade de exibições, cada uma claro com seus devidos pesos, poderiam medir com muito mais eficácia a qualidade destas superproduções, e falando em superproduções, são em geral quase sempre somente elas que entram na indicação, jogando para escanteio grandes produções internacionais, que de vez em quando entram na categoria: melhor filme estrangeiro.

Mesmo sendo uma premiação bairrista, é de fato um grande evento que vai promover bons e infelizmente maus concorrentes para o resto do ano vigente. E quem sabe dar aquela força para algum bom ator ou diretor continuar no mercado não é?

Comentários com Facebook

comentários com facebook

7 thoughts on “Cinema – The academy Awards, a entrega do Oscar!

  1. eu acompanho todos os anos!

    adoro essa premiação, pois os indicados e premiados são votados pelo “juri” da academia, e não aberta ao público, o que geralmente ocorre a premiação “pop”, não sendo avaliado nenhum critério decente do filme.

    Esse ano torço pra Rede Social (fantástico, Jesse tá sensacional no filme) e O Cisne Negro (esse eu to morrendo de vontade de ver!)

  2. Concordo com a Débora e digo mais: é por isso que HP nunca levou um Oscar, e Crepusculo também não, rs….

    Torço pela Rede Social tbm, mas acho que Discurso do Rei leva…

  3. Torço por “A Origem” e Toy Story 3 em melhor filme. E Natalie Portman como melhor Atriz.
    É uma pena “Scott Pilgrim vs. The World” não ter entrado em Melhor Efeitos Especiais. Com certeza é bem melhor que “Alice no País das Maravilhas” que está lá concorrendo (e não merece ganhar).

  4. Naum sabia q funcionava assim o oscar… eu nem tinha ideia q tinha todos esses requisitos…
    Bom.. tem muitos filmes ai q eu nem assisti… mas pelo menos o q eu assisti q foi a origem.. é muitooo bom… devia ganhar de enredo envolvente…!

  5. Vocês tem razão neste sentido, títulos precários com apelos “pop” não entram na dança… ainda bem… No entanto, em geral obras de qualidade que não fazem parte da trindade de aceitação de mercado: faixa etária até 16, drama documentário ou baseado em fatos reais e produção hollywoodiana pouco tem a competir… É o exemplo em minha opinião do já citado Scott Pilgrin ou do filme Fora da Lei que nem se quer entraram na dança… É uma pena…

  6. Acho que a Natalie Portman leva o de melhor atriz sim… melhor ator deve ser o Colin Firth… mas como minha coluna no Paulada é de música, opino que, de melhor trilha sonora, ganha A Rede Social… rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *